Viajando com bebê para o exterior!

Para quem me acompanha no insta, viu que eu e meu marido levamos nosso bebê de 8 meses para o México. Algumas mamães me perguntaram algumas dúvidas, tipo: com quem o bebê ficou para eu sair a noite, como foi o vôo, o hotel era apropriado para crianças, etc.

Resolvi fazer esse post para tentar sanar algumas dúvidas e curiosidades. Até porque antes de viajar eu tinha um monte de “medo” e dúvidas de como proceder. Vou tentar resumir, ok?

Então, eu e meu marido optamos por levar a babá do JPzinho junto na viagem. E posso dizer, que foi o dinheiro mais bem investido da viagem. Ela me ajudou muito, tanto no voo, quanto na viagem em si. Muitos passeios não dão para levar crianças e como viajamos com mais um casal de amigos, queríamos muito fazer esses passeios. A babá ficava com ele para podermos fazer os passeios, para sairmos jantar e até pegar baladinha. Ou seja, deu pra curtir muito! Ela também me ajudava em vários programas que eu levava o bebê, como: ir ao shopping, conhecer Isla Mujeres, etc.

Em relação ao vôo, foi mais tranquilo do que eu imaginava (e olha que são 8h e meia de vôo). Para ir, pegamos vôo diurno. Eu, particularmente, achei bem melhor do que o noturno que pegamos na volta. Porque o bebê brinca mais, tem soninhos mais leves, ou seja, não briga tanto com o sono quanto a noite. O ideal é levar vários brinquedinhos para ele se distrair. Outro ponto importante é: Na hora da decolagem e aterrissagem é bom dar chupeta ou mamadeira, para evitar as dorzinhas nos ouvidinhos. Como o JPzinho não pega chupeta, eu usei a mamadeira mesmo. Outro ponto que demos muita sorte é: conseguimos tanto na ida quanto a volta uma cadeira sobrando. Eu usava para colocar a malinha dele, para trocar (rs) e até colocava ele dormindo um pouquinho quando ele cansava do colo. Assim ele esticava o corpinho um pouco. Achei bem bom ter essa cadeira. Ah, é permitido levar “líquidos e papinhas” para os bebês nos vôos, ok? Eu fiz uma malinha com 3 mamadeiras já com água e papinhas. É imporante também levar roupinhas quentinhas para o bebê, porque nos vôos fazem muito frio (eu quase morro de frio sempre)

Eu optei por não levar o carrinho “oficial” do JPzinho na viagem. Porque além de ser muito grande, detona total! Tem que despachar junto com as malas. O bom é que pode despachar na hora que estiver entrando na aeronave. Nós compramos um carrinho tipo guarda chuva para “bater”. Foi ótimo! Ele é muito prático!

Em relação a alimentação do JPzinho, eu levei tudo do Brasil mesmo. Fiz um estoque de papinhas da Nestlé e o leite em pó dele.

Eu achei o hotel Meliá Paradisus Cancún excelente para crianças. Íamos na piscina praticamente todos os dias, ou seja, precisávamos de sombra o tempo todo para deixar o JPzinho. Então, alugávamos os bangalôs. Lá ele brincava, dormia, almoçava tranquilo. Pegamos um quarto com uma ante sala com cama para a babá e bercinho. Esse quarto dava direito a tipo um “mordomo” (assim que eles chamam lá) que ficou a nossa disposição para tudo que precisávamos. Fora o direito a sala “Family Concierge” que tem brinquedos, comidinhas entre outras coisas. (veja mais AQUI) Resumindo, achei bem bom!

Bom, eu acho que é isso! Se eu esqueci de algum item, por favor, me avisem! Espero ter ajudado algumas mamães que estão pensando em viajar com seus pequenos! Posso dizer que amei a experiência, foi uma delícia!

 

 

 

Posts relacionados

Compartilhe:

6 Comentários

  1. Qual protetor solar vcs usaram nele? Beijos!!

  2. Que família linda e lugar paradisíaco!!! Beijos…

  3. Ná, amei as fotos!!! Sua família é linda….
    E as dicas do bebê vou anotando todas, pois quando chegar a hora já estarei preparada…hehe

    Beijo

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

© 2017 Nathália Menezes

Desenvolvimento: iCLASSI.comTopo ↑